quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Beleza Interior

"Sejam amáveis e prontos para perdoar, jamais guardem rancor. Lembrem-se que o Senhor os perdoou, portanto vocês devem perdoar os outros." (Colossenses 3:13)
           
            Perdoar nem sempre é fácil, muitas vezes preferimos guardar mágoas e ressentimentos, e nos entristecemos com algo que alguém fez conosco ao invés de abrirmos nosso coração e perdoar quem nos ofendeu.
            A Bíblia é cheia de histórias de reconciliação e perdão, e uma delas é a história de José do Egito, que foi humilhado por seus irmãos, injustiçado, vendido como escravo e dado como morto! Mas Deus sempre esteve no controle de sua vida. No livro de Gênesis capítulos 37-50 você pode ler toda a história de vida desse servo fiel de Deus.
            Queria mostrar a vocês um trecho muito marcante da história de José, no qual ele perdoa seus irmãos:
Gênesis 45
José dá-se a conhecer a seus irmãos
1.Então, José, não se podendo conter diante de todos os que estavam com ele, bradou: Fazei sair a todos da minha presença! E ninguém ficou com ele, quando José se deu a conhecer a seus irmãos.
2.E levantou a voz em choro, de maneira que os egípcios o ouviam e também a casa de Faraó.
3.E disse a seus irmãos: Eu sou José; vive ainda meu pai? E seus irmãos não lhe puderam responder, porque ficaram atemorizados perante dele.
4.Disse José a seus irmãos: Agora, chegai-vos a mim. E chegaram-se. Então, disse: Eu sou José, vosso irmão, a quem vendestes para o Egito.
5.Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos irriteis contra vós mesmos por me haverdes vendido para aqui; porque, para conservação da vida, Deus me enviou adiante de vós.
6.Porque já houve dois anos de fome na terra, e ainda restam cinco anos em que não haverá lavoura nem colheita.
7.Deus me enviou adiante de vós adiante de vós, para conservar vossa sucessão na terra e para vos preservar a vida por um grande livramento.
8.Assim, não fostes vós que me enviastes para cá, e sim Deus, que me pôs por pai de Faraó, e senhor de toda casa, e como governador em toda a terra do Egito.
9.Apressai-vos, subi a meu pai e dizei-lhe: Assim manda dizer teu filho José: Deus me pôs senhor em toda terra do Egito; desce a mim, não te demores.
10.Habitarás na terra de Gósen e estarás perto de mim, tu, teus filhos, os filhos de teus filhos, os teus rebanhos, o teu gado e tudo quanto tens.
11.Aí te sustentarei, porque ainda haverá cinco anos de fome; para que não te empobreças, tu e tua casa e tudo o que tens.
12.Eis que vedes por vós mesmos, e meu irmão Benjamim vê também, que sou eu mesmo quem vos fala.
13.Anunciai a meu pai toda minha glória no Egito e tudo o que tendes visto; apressai-vos e fazei descer meu pai para aqui.
14.E, lançando-se ao pescoço de Benjamim, seu irmão, chorou; e abraçado com ele, chorou também Benjamim.
15.José beijou a todos os seus irmãos e chorou sobre eles; depois, seus irmãos falaram com ele.

            Muitas vezes é difícil agirmos como José, sermos generosos e perdoarmos quem nos fez algum mal. Queria te convidar a refletir sobre como tem sido o ato de perdoar em sua vida... Seu coração está duro e amargurado com algo? Se sim, peça a Deus quebranta-lo e ajuda-lo a perdoar verdadeiramente, deixando para trás o que tem te incomodado.

            Para fechar nossa meditação, escute a música do PalavrAntiga que retrata bem como o perdão deve anteceder todas as coisas! Um bom “começo” de semana a todos!!! 

By Carola, Marice Cândida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...